Mestre Richard Douieb

Presidente da Federação Europeia de Krav Maga, no final de 1980, foi nomeado representante oficial da modalidade na Europa por Imi Lichtenfeld e fundou a primeira escola em França.

Totalmente desconhecido nessa altura, com excepção de alguns especialistas treinados em Israel, o Krav Maga começou começou a ser reconhecido pelo público em geral e pelos profissionais de segurança através de Richard Douieb, que realizou um trabalho considerável de desenvolvimento da modalidade, ensinou e treinou instrutores, estabelecendo assim as bases de uma estrutura internacional.

Biografia

Nascido em Jerusalém em 1956, Richard Douieb viveu em França até os 16 anos, altura em que voltou a morar em Israel . Um atleta talentoso, praticou ginástica e natação assiduamente antes de se interessar por boxe e karaté .

Incorporado no exército israelense em meados da década de 1970, descobriu o Krav Maga, uma técnica de defesa pessoal desenvolvida por um ex-instrutor de Haganah , o mestre Imi Lichtenfeld . Mais tarde incorporado num comando de elite da IDF (Israel Defense Forces), Richard Douieb formou-se como instrutor militar em Krav Maga seguindo os ensinamentos do Mestre Lichtenfeld.

Foi desmobilizado do exército após uma lesão em 1976, em que passou um ano em convalescença numa casa de repouso.

FEKM

Em 1997, Richard Douieb fundou a Federação Europeia de Krav Maga de modo a criar uma estrutura sólida e organizada para conseguir atender a uma demanda crescente de praticantes em França e no resto da Europa, e fornecer treino de qualidade aos instrutores e professores existentes.

Hoje, FEKM tem na sua estrutura a maioria das associações de Krav Maga em França e grande parte da Europa, supervisionando um programa de ensino técnico respeitando a herança do fundador Imi Lichtenfeld. A FEKM está presente em 14 países: Bélgica, Espanha, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Itália, Luxemburgo, Polónia, Portugal, Suíça, Noruega, Alemanha, Bulgaria e Republica Checa. Fora da Europa, Canadá e USA dois países que estão associados também à FEKM.

Curriculum Vitae

1970 a 1973

  • Ginástica Acrobática após seis anos de natação.
  • Começou a aprender boxe no estilo inglês.

1973 a 1974

  • Um ano de karaté e Krav Maga num kibutz em Israel.

1974 a 1976

  • Recrutado para uma unidade de comando de elite no exército israelense. Obteve diploma militar em Krav Maga.

1976 a 1977

  • Desmobilizado do exército após uma lesão. Um ano de convalescença em uma casa de repouso.

1977 a 1980

  • Retomou as aulas diárias de Krav Maga ao mesmo tempo em que estuda para se tornar professor de educação física. Qualificações obtidas: Professor de ginástica, instrutor de Krav Maga e cinto negro em Krav Maga.

1980

  • Voltou para França. Começou a aprender judo, ju-jitsu e boxe (estilos inglês, americano e tailandês).

1982

  • Atingiu o cinto negro em ju-jitsu e boxe estilo americano.
  • Atingiu o II darga em Krav Maga, em Israel.

1983 a 1986

  • Tornou-se campeão de França em boxe americano.
  • Ensinou boxe americano em Argenteuil (França).
  • Realizou várias viagens a Israel para cursos de treino.
  • Atingiu o III Darga em Krav Maga.

1987

  • Obteve a qualificação como professor de Krav Maga, reconhecido pelo Ministério da Educação em Israel.
  • Retornou a França e criou a primeira escola de Krav Maga.
  • Mandato como representante oficial do Krav Maga na Europa, delegado pelo Fundador Imi Litchenfeld.

1990

  • Realizou várias viagens a Israel.
  • Atingiu o IV Darga em Krav Maga.
  • Iniciou cursos regulares de treino (ainda existentes) na empresa FORS (pesquisa técnica na área de segurança) na Suíça.

1993

  • Primeiro ano como treinador oficial da polícia do esquadrão de intervenção de elite GIGN em França, onde realizou cursos regulares de treino até 2005.

1994

  • Início do treino de policiais e gestores desportivos em Lausanne, na forma de um estágio.

1995

  • Atingiu o V Darga em Krav Maga.
  • Iniciou cursos de formação regulares para a unidade de intervenção polaca no Centrum Skolenia Policji.

2007

  • 20 de março: Validação do primeiro nível de qualificação francesa como instrutor desportivo (‘BEES’).